Quem é esse tal de Facebook?

É um portal da internet atuando como uma rede social. Surgiu em 2004. Mark Zuckerberg, Eduardo Saverin, Andrew McCollum, Dustin Moskovitz e Chris Hughes, estudantes da Universidade Harvard, o criaram. Começou restrito aos alunos de Harvard. Depois ganhou o mundo. Traduzido ao “pé da letra”, temos o “Livro das Caras”.

O Facebook é gratuito para os usuários. Sua receita vem de publicidades como os banners e grupos patrocinados. Os usuários criam perfis com fotos e mensagens de interesse pessoal. Trocam mensagens privadas e públicas entre si. São disponibilizadas várias ferramentas, como o mural, que é um espaço na página de perfil do usuário. Ali, amigos postam mensagens para ser vistas. Também é possível convidar amigos para eventos.

Há versões diferentes do Facebook para celulares e smartphones, facilitando a visualização e acesso aos usuários.

1,5 bilhão de usuários

Em 2008, o Facebook tinha 100 milhões de usuários ativos – pessoas que acessam no mínimo uma vez por mês. Em 2015 já eram 1,4 bilhão de pessoas – 45% da população mundial. Saiba mais sobre a rede social.

Para as empresas, o Facebook se revelou um excelente empório de negócios. Páginas empresariais, anúncios pagos, engajamento e um contato direto com o público-alvo. É possível promover produtos, desenvolver ou fortalecer sua marca, aumentar sua autoridade e relacionar-se diretamente com seus seguidores.

Hoje, qualquer planejamento de marketing considera a rede social. Certamente você encontrará ali o maior universo de consumidores do mundo num único portal. E o Brasil ganha relevância ao ser o segundo maior frequentador do Facebook, perdendo apenas para os norte americanos.

O Face é mais popular entre as mulheres; entre as pessoas de 18 a 29 anos; e ainda 71% dos adultos utilizam a rede social. Hoje são mais de 1,5 bilhão de usuários. Apesar do Linkedin ser excelente canal de negócios para as empresas que atuam no mercado B2B, o Facebook pode gerar ótimas oportunidades de negócios.

Algoritmo do facebook

Com o crescimento de usuários e mensagens no Facebook, o feed de notícias ficou cada vez mais cheio. Por isso foi criado um algoritmo para controlar os conteúdos. Nasceu o EdgeRank.

Edgerank é o algoritmo desenvolvido pelo Facebook que decide o que vai aparecer na sua linha do tempo. Ele estuda o que é relevante para você, baseando-se no tipo de conteúdo que você e seus amigos consomem. Todas as atualizações de status, comentários, curtidas e compartilhamentos que você viu, passaram pela avaliação do EdgeRank. O conceito desse algoritmo leva em conta o que é conteúdo relevante para você, fazendo com que seja consumido aquilo que mais agrada.

Tráfego orgânico são todos os acessos em sua página e conteúdos conquistados sem que tenha havido qualquer investimento – Facebook Ads. É incorreto achar que tráfego orgânico importa apenas no blog. Frequentemente o Facebook realiza atualizações que diminuem o alcance total das publicações de forma orgânica.

A opção “curtir” surgiu em 2009. O algoritmo necessitou de mais uma ferramenta para monitorar, gerenciar e distribuir conteúdos, variando de usuário para usuário, tendo como base o interesse de cada um. E assim os usuários passaram a ter em suas timelines conteúdos considerados relevantes.

Em 2011 o EdgeRank foi aperfeiçoado. Sozinho, passou a otimizar as buscas e interesses de cada usuário na rede social. Agora o EdgeRank processa os interesses de cada usuário separadamente. Um grande avanço! E outras atualizações aconteceram sempre para aperfeiçoar a experiência dos usuários na rede social.

Hoje, a média de seguidores da sua página que verão suas publicações através do tráfego orgânico é influenciado pelo número de curtidas na página. Com isso, os conteúdos disponibilizados para cada usuário diminuiu. Tudo isso levou à seguinte situação:

  • Aumentou o volume de informações, posts e compartilhamentos;
  • O EdgeRank evoluiu ao ponto de identificar conteúdos de qualidade e spams;
  • A diminuição do alcance das mensagens fez crescer o volume de investimento para obter a mesma performance de períodos anteriores;

A média de seguidores de sua página que verão suas publicações depende do tráfego orgânico, influenciado pelo número de curtidas em sua página:

  • Menos que 1 mil: 25,1%
  • Entre 1 mil e 10 mil: 13,8%
  • Entre 10 mil e 50 mil: 10,0%
  • Entre 50 mil e 100 mil: 9,8%
  • Mais de 100 mil: 7,7%

Portanto, aqueles que pretendem investir comercialmente no Facebook precisam trabalhar conteúdos únicos e diferenciados para que o EdgeRank lhe dê relevância.

Fonte da Pesquisa: O Guia da Rock Content

A Sphera Agência Digital possui profissionais especializados para desenvolvimento de sites, produção de conteúdo, copywriter e revisão em blogs e conteúdos, e gestão das redes sociais. Planejamento Estratégico através de ferramentas do Google Ads. Quaisquer dúvidas abra um diálogo com a Sphera.